Procurar
Close this search box.

Uma jornada intensa pela busca da sobrevivência

Num hotel familiar situado na costa norte de Portugal, várias mulheres de diferentes gerações da mesma família vivem juntas, numa relação tensa e marcada pela amargura. Elas lutam para sobreviver num hotel que está em decadência. Quando uma neta chega inesperadamente a este ambiente claustrofóbico, perturbações surgem e ódios antigos e ressentimentos acumulados são reavivados.

O filme Mal Viver apresenta personagens complexas, cada uma com suas próprias lutas e conflitos internos. Destaca-se a personagem de Rita Blanco, que interpreta uma das matriarcas, uma mulher forte e determinada que tenta manter a união da família mesmo diante de tantos desafios.

Emancipação nipónica

A viúva Nobuko partilha residência com Tamiko e Junjiro, os dois filhos do seu falecido marido. Tamiko é uma jovem mulher com pretensões de independência, enquanto que Junjiro vive acamado, acometido por uma doença e a tristeza de uma separação recente. As tensões familiares crescem quando Nobuko decide procurar um

O título do filme Mal Viver reflete bem a situação em que as personagens se encontram, tendo que lidar com a dificuldade de sobreviver em um ambiente hostil e sem muitas perspetivas. A chegada inesperada da neta, interpretada por Anabela Moreira, acaba por reavivar conflitos familiares e trazer à tona sentimentos que estavam latentes.

João Canijo é um realizador, argumentista e produtor português nascido em 1957, em Lisboa. Começou a sua carreira no cinema em 1988 com o filme Três Menos Eu, mas foi com a sua segunda longa-metragem, Sapatos Pretos, que se destacou como um dos mais importantes cineastas portugueses da sua geração. Além disso, trabalha frequentemente com os mesmos atores e atrizes, formando uma espécie de trupe de artistas que colaboram em diversas produções.

Além da trama familiar, o filme aborda temas como a crise económica, a precariedade do trabalho e a difícil situação social das mulheres mais velhas em Portugal. A fotografia é outro ponto forte do filme, que utiliza a paisagem litorânea como pano de fundo para a narrativa, criando uma atmosfera sombria e opressiva.

O vírus da virtude: lutar para (re)memorar

Ao analisar a doença de Alzeihmer e a aproximação da morte na série This Is Us, Roberta Busch, mestre em neurociências pela Universidade Federal de São Paulo, descreve-as como uma “espécie de neblina [que] obscurece a memória de uma personagem que tenta se lembrar, sem sucesso de uma certa palavra”.

O Screenings Funchal, em parceria com os Cinemas NOS e a ACADÉMICA DA MADEIRA, sugere a exibição do filme Mal Viver para sexta e sábado, 12 e 13 de maio. Os clientes NOS que possuem o cartão da empresa têm direito a dois bilhetes pelo preço de um. Caso o cliente deseje assistir sozinho, terá direito a um bilhete, além de um menu pequeno de pipocas e bebida como oferta. É uma ótima oportunidade para desfrutar de mais um grande momento de cinema proporcionado pelo Screenings Funchal.

Convidamo-lo a assistir a este filme com a nossa companhia. Até lá, dê uma vista de olhos no portal do Screenings Funchal e veja a antevisão que lhe deixamos.

António Roque
ET AL.
Com fotograma da película de João Canijo.

DESTAQUES