FATUM atuam sexta-feira nos Jesuítas

No dia 31 de março, sexta-feira, às 21:00, os FATUM, grupo de fados da ACADÉMICA DA MADEIRA, realizarão um espetáculo no Colégio dos Jesuítas do Funchal. Espera-se que o evento tenha novamente casa cheia. Como de costume, a entrada é gratuita.
Os FATUM, o grupo de fados da ACADÉMICA DA MADEIRA, no sarau de março de 2023, na antiga capela de N. S. de Belém, no Colégio dos Jesuítas do Funchal.

O fado de Coimbra é caracterizado pela sua melancolia, emoção e poesia lírica, geralmente acompanhada por uma guitarra clássica e uma guitarra de Coimbra, sendo tocadas neste sarau, respetivamente, por  Carlos Abreu, Diogo Freitas e Júlia Dória, e por Gonçalo Direito e João Freitas. Os vocalistas responsáveis por apresentar os vários poemas durante o espetáculo são Júlia Dória e Carlos Diogo Pereira.

Durante o sarau, os FATUM, o grupo de fados da ACADÉMICA DA MADEIRA, irão apresentar uma variedade de fados, cada um com a sua própria história e sentimento como, por exemplo, “Coimbra é uma lição de amor”, “Canção da Infância” de Luiz Goes, “Lisboa, Menina e Moça”, entre muitas outras. As letras destes poemas são profundas e reflexivas, falando de amor, de saudade, de esperança e de tristeza.

Os FATUM, no Spotify, registaram, em 2022, o extraordinário resultado de mais de 21 mil faixas ouvidas, com 3 mil utilizadores regulares, em 58 países.

Segundo Artur Freitas, voluntário da ACADÉMICA DA MADEIRA, “o concerto deverá ser mais um sucesso e espera-se que a sala esteja cheia de espectadores, superando assim as expectativas”. De acordo com Henrique Luís, também voluntário da ACADÉMICA DA MADEIRA, “será uma ótima experiência para os ouvintes, que poderão desfrutar do concerto acompanhado de vinho Madeira e chocolates”.

Os fados voltam ao Jesuítas

O ano letivo começou e os FATUM, o grupo de fados da da ACADÉMICA DA MADEIRA, regressa ao antigo colégio da Companhia de Jesus. Depois da pausa do verão, os FATUM regressam ao Colégio dos Jesuítas do Funchal, que acolhe a reitoria da Universidade da Madeira na atualidade, para o

Vários voluntários da ACADÉMICA DA MADEIRA participam na preparação do evento, realizando diversas tarefas e prestando apoio durante o espetáculo. Além dos voluntários madeirenses, jovens vindos de programas de mobilidade Erasmus+ também colaboram. Fazendo parte da equipa de divulgação do evento nas semanas que antecedem a sua realização, divulgando o património da região através do programa HERANÇA MADEIRENSE.

Tomás Santos de Pontes
ET AL.
Com fotografia de Pedro Pessoa.

DESTAQUES