Procurar
Close this search box.

A tradição oral madeirense na Feira do Livro

O lançamento da obra CONTINHOS POPULARES MADEIRENSES, de Alfredo Vieira de Freitas e Tiago Pinto, decorreu no palco principal da 50.º Feira do Livro do Funchal na tarde do dia 6 de março.
Tiago Pinto, ilustrador de CONTINHOS POPULARES MADEIRENSES, com textos de Alfredo Vieira de Freitas. A obra foi editada pela CADMUS, chancela da ACADÉMICA DA MADEIRA, em dezembro de 2023 e apresentada na 50.ª Feira do Livro do Funchal, em março de 2024.

Alfredo Vieira de Freitas (Gaula, Santa Cruz, 1908-1992) foi um sacerdote católico, professor e autor que se dedicou, entre outras coisas, a recolhas da tradição oral madeirense presente nos contos, lendas e provérbios.

Na sessão de lançamento de CONTINHOS POPULARES MADEIRENSES, estiveram presentes o ilustrador, o jovem Tiago Pinto, e a investigadora da Universidade da Madeira, Naidea Nunes, que tem estudado a obra do padre Alfredo Vieira de Freitas.

Na interessante conversa entre Naidea Nunes e Tiago Pinto, ficou-se a saber um pouco mais sobre o autor, as suas recolhas e os temas presentes nestes Continhos. A investigadora da Universidade da Madeira realçou algumas características dos diversos contos, como o carácter maravilhoso de alguns deles, ou os detalhes tipicamente madeirenses que introduzem pequenas variações em temas presentes em outras tradições orais. É o caso exemplar da versão madeirense de “A Gata Borralheira”.

Sessão de lançamento de CONTINHOS POPULARES MADEIRENSES com textos de Alfredo Vieira de Freitas e ilustração de Tiago Pinto ao centro A obra foi lançada na 50ª Feira do Livro do Funchal em março de 2024

O jovem artista visual Tiago Pinto, formado na Universidade da Madeira, falou sobre o seu trabalho e, em especial, sobre este trabalho de ilustração que muito o agradou e motivou, pois entende que foi uma oportunidade para que futuros trabalhos tenham mais visibilidade, já que é um jovem artista em início de carreira.

O bem composto público presente acompanhou a apresentação com interesse, colocando questões aos convidados, o que é revelador da importância dada ao património imaterial passado de geração em geração.

Museu de Imprensa da Madeira encheu-se com AMOR

A contadora de histórias Leda Pestana e o artista Alberto do Vale apresentaram, no Museu de Imprensa da Madeira, AMOR, a sua primeira obra, editada pela CADMUS, uma das editoras da ACADÉMICA DA MADEIRA.

Após a sessão de apresentação do livro, seguiu-se a tradicional sessão de autógrafos pelo jovem Tiago Pinto.

Timóteo Ferreira
ET AL.
Com fotografia de Pedro Freitas.

DESTAQUES