Lançamento do 29.º Almanaque do PEF

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, esteve ontem, no Museu de Arte Sacra do Funchal, para o lançamento da 29ª edição do Almanaque do Posto Emissor do Funchal, estação de rádio da Região, que já tem 75 anos.

A 29.º edição do Almanaque do PEF, tem 124 páginas, desde cultura, formação, informação e utilidades variadas, tais como calendário do ano com informação dos feriados, dos dias santos e das diferentes fases da lua; calendário litúrgico e festas religiosas madeirenses; calendário escolar, horário das missas, aos sábados e domingos, nas igrejas da Madeira; eclipses; relação dos consulados e do respetivo cônsul, na Madeira e horários de museus e de bibliotecas; informações agrícolas e de jardinagem.

No lançamento deste almanaque, o autarca elogiou a sua qualidade e longevidade, apontando ainda que a CMF está disponível para o fazer chegar aos mais jovens, ajudando, desta forma, a sua existência, evitando que desapareça, uma «tradição que é tão importante para nós».

Pela Zona Velha

Associação Académica realiza, no segundo Sábado de cada mês, visitas gratuitas a pontos históricos da cidade e abertas a todos os interessados. Chamada Zona Velha do Funchal, a baixa da freguesia de Santa Maria Maior foi o primeiro aglomerado urbano da cidade. Esta é separada do resto da cidade pela

Apesar do predomínio do digital nos tempos actuais, «que ultrapassa o papel», Pedro Calado salientou ainda a importância da leitura e das bibliotecas, afirmando que «nossos jovens», particularmente os juvenis, continuam a frequentá-las, para ler em papel, situação que a autarquia procura incentivar e reforçar.

Pedro Calado relembrou ainda «o grande nome, que foi Teresa Clode», na história do PEF e da Região e do Funchal, e que, aliás, consoante sublinhou, foi «uma mulher visionária e empreendedora» daí a razão para ter sido, este ano, homenageada no Dia da Cidade, pela CMF.

Texto e fotografia de Câmara Municipal do Funchal.

DESTAQUES