Orçamento Participativo do Funchal de 2023 bate recordes de projetos aprovados para votação pública

Foram aprovados 35 projectos que vão a votação, que começa, hoje, nos Paços do Concelho, mas passa por todas as freguesias, das 09:30 às 12:00 e das 14:30 às 17:00.

A Câmara Municipal do Funchal dá nota de que a presente edição do Orçamento Participativo do Funchal (OPF) registou um aumento de cerca de 21% de projetos aprovados e submetidos a votação pública, face aos números do processo participativo anterior OPF 2020-2021.

O Orçamento Participativo do Funchal (OPF), no valor de 550 mil euros e dividido em quatro categorias, contou, ao longo dos últimos meses, com grande adesão da comunidade e continuará a envolver os cidadãos nas fases subsequentes, até à implementação dos projetos vencedores.

Votação aberta para recuperação do polidesportivo da UMa

Os munícipes do Funchal podem votar, presencialmente ou de forma remota, no Orçamento Participativo da cidade. Ricardo Freitas Bonifácio, Presidente da Direção da ACADÉMICA DA MADEIRA, apresentou uma candidatura que propõe a revitalização do piso do campo polidesportivo localizado na Quinta de São Roque.

Esta iniciativa foi lançada, em maio de 2023 e abarcou, desde o seu início, um conjunto de ações de divulgação, entre as quais se destacam cerca de quatro dezenas de reuniões internas e externas com diversas entidades e cidadãos, 5 sessões de esclarecimentos em diversas freguesias do município, divulgação presencial a mais de 80 entidades, divulgação, via correio eletrónico, a cerca de 600 entidades, designadamente, juntas de freguesia, associações de cariz cultural, social e desportivo, casas do povo, clubes desportivos e estabelecimentos de ensino público.

Ao período de apresentação de propostas ao Orçamento Participativo, seguiu-se à fase de divulgação e decorreu de 1 de julho a 30 de setembro.

Foram apresentadas 57 propostas para melhoria da cidade do Funchal, correspondendo a um total de 2 168 430,82 €. As propostas submetidas na presente edição traduzem o crescente envolvimento da comunidade na tomada de decisão.

Foram apresentadas 2 propostas à Categoria Juvenil, 10 propostas à Categoria Escolar, 36 propostas à Categoria Concelhia e 9 propostas à Categoria Sénior. Foram aprovadas 35 propostas, convertidas em projetos que serão votados pela população durante o período de um mês, mais concretamente entre o dia 28 de novembro e o dia 28 de dezembro.

A primeira votação será hoje, na Sé, nos Paços dos Concelho, seguindo-se amanhã e depois, já em Dezembro todas as restantes votações, começando em Santa Maria Maior, no Centro Cívico e no Ginásio Municipal da Barreirinha, a 4 e 5, no Imaculado Coração de Maria, mais propriamente na Junta de Freguesia,, a 6 e 7, em Santa Luzia, no Centro de Convívio, 11 e 12, em São Pedro, também na Junta de Freguesia, a 13 e 14, em São Gonçalo, a 15 e 18, São Roque na Junta de Freguesia e no Mercado da Penteada, 19 e 20, em Santo António, na Junta de Freguesia e Ginásio Municipal, 21 e 22, São Martinho, 21 e 22, no Centro Cívico, e, por fim, 27 e 28 no Monte na Junta de Freguesia.

A Autarquia relembra que os projetos vencedores serão selecionados pelos cidadãos, nos termos do Regulamento Municipal do Orçamento Participativo do Funchal e das Normas de Participação.

Texto da Câmara Municipal do Funchal.
Fotografia de Pedro Pessoa.

DESTAQUES