A QUIMERA é a sugestão deste fim-de-semana do Screenings Funchal

A QUIMERA é a sugestão deste fim-de-semana do Screenings Funchal

Toda a gente tem a sua quimera, algo que tenta alcançar, mas nunca consegue encontrar. A QUIMERA de Alice Rohrwacher é a sugestão do Screenings Funchal, numa parceria com os Cinemas NOS e a ACADÉMICA DA MADEIRA, para sexta e sábado, 14 e 15 de junho.

A história gira em torno de Arthur, um arqueólogo inglês que se juntou a um grupo de caçadores de tesouro. Para ele, a Quimera parece-se com a mulher que perdeu, Beniamina. Para o bando de ladrões de túmulos antigos e de maravilhas arqueológicas, a Quimera significa a reforma e o sonho da riqueza fácil. Para regressar para os braços da mulher que nunca deixou de amar, Arthur desafia o invisível, procura por toda a parte, entra na terra em busca da porta para a vida depois da morte de que falam os mitos. É uma viagem aventureira, entre vivos e mortos, entre florestas e cidades, entre festas e solidões, desenrolam-se os destinos entrelaçados destas personagens, em busca da Quimera.

Esta longa-metragem é da cineasta italiana Alice Rohrwacher. Nasceu em Itália, em 1981, e estudou filosofia na Universidade de Turim. A sua primeira longa-metragem, Corpo Celeste (2011), foi exibida na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. Em 2014, lançou O País das Maravilhas, que ganhou o Grande Prêmio do Júri e foi inspirado parcialmente na sua infância na Toscana. Este filme, A QUIMERA (2023), estreou na 76.ª edição do Festival de Cannes e recebeu o Prémio AFCAE.

A Odisseia de Ryuko

Em 1937, durante a ocupação japonesa da Manchúria, Ryuko, uma jovem de família nobre, recebe a notícia de que foi escolhida para se casar com o irmão mais novo do imperador da Manchúria com base numa fotografia. Isso obriga-a a deixar o Japão e a adaptar-se a uma nova vida como princesa. Pouco tempo depois, ela dá à luz uma filha, e Ryuko parece encontrar felicidade na sua vida no Palácio.

A QUIMERA de Alice Rohrwacher é a sugestão do Screenings Funchal, numa parceria com os Cinemas NOS e a ACADÉMICA DA MADEIRA, para sexta e sábado, 14 e 15 de junho.

O cliente NOS, portador do seu cartão, tem direito a dois bilhetes pelo preço de um. Se for sozinho, além do bilhete, tem a oferta de um menu pequeno de pipocas e bebida. Vamos aproveitar estas vantagens com mais um momento de grande cinema que o Screenings Funchal proporciona.

Convidamos a assistir esta longa-metragem com a nossa companhia. Até lá, confira o que lhe contamos no portal do Screenings Funchal.

Diana Gouveia
ET AL.
Com fotograma da película de Alice Rohrwacher.

  • All Posts
  • Acontece
  • Lá fora
  • No Campus
  • Perspectivas
  • Uncategorized