“Esta agora é a tua família”

Em 1858, no bairro judeu de Bolonha, os soldados do Papa invadem a casa da família Mortara. Têm ordem do inquisidor para levar um dos filhos, Edgardo, de sete anos.

O filme conta a vida de Edgardo Mortara, nascido em Bolonha em 1851 numa família judia, o sexto dos oito filhos de Salomone (Momolo) Mortara e de Marianna Padovani. Em 1858, no bairro judeu de Bolonha, foi retirado à família (“raptado” seria um termo mais preciso, dada a violência do acontecimento) pelos soldados do Papa. A criança terá sido batizada em segredo, em bebé, pela criada, e a lei pontifícia é indiscutível: uma vez batizado, deve receber uma educação católica. Transtornados, os pais de Edgardo farão tudo para recuperar o filho. Apoiada pela opinião pública da Itália liberal e pela comunidade judaica internacional, a luta dos Mortara depressa assume uma dimensão política. Mas a Igreja e o Papa recusam-se a devolver a criança, num esforço para reforçar um poder cada vez mais vacilante…

Marco Bellocchio, um renomado cineasta italiano nascido em 1939, iniciou sua carreira cinematográfica após abandonar o estudo da Filosofia em 1959 para se inscrever no Centro Sperimentale di Cinematografia, em Roma. O seu primeiro filme, “De Punhos nos Bolsos” (1965), conquistou reconhecimento internacional ao receber um prémio em Locarno. Os seus filmes continuam a ser destacados em festivais prestigiados, como “Sonhos Cor-de-Rosa” (2016), que abriu a Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes, e “O Traidor” (2019), presente na competição de Cannes e laureado com diversos prémios. Desde 2014, Bellocchio também exerce o cargo de presidente da Cineteca di Bologna.

As agruras da vida numa ilha dourada

Há falta de água no Porto Santo e a vida torna-se penosa. Muitos emigram na promessa de uma vida melhor, mas um jovem e a sua prometida resistem na esperança de um futuro mais feliz na terra que os viu nascer.

O rapto de Marco Bellocchio é a sugestão do Screenings Funchal, numa parceria com os Cinemas NOS e a ACADÉMICA DA MADEIRA, para sexta e sábado,  3 e 4 de maio.

O cliente NOS, portador do seu cartão, tem direito a dois bilhetes pelo preço de um. Se for sozinho, além do bilhete, tem a oferta de um menu pequeno de pipocas e bebida. Vamos aproveitar estas vantagens com mais um momento de grande cinema que o Screenings Funchal proporciona.

Convidamos a assistir esta longa-metragem com a nossa companhia. Até lá, confira o que lhe contamos no portal do Screenings Funchal.

Diana Gouveia
ET AL.
Com fotograma da película de Marco Bellocchio.