A Arte de Enganar

A Arte de Enganar

Na década de 1930, em Paris, encontramos Madeleine Verdier, uma jovem e encantadora aspirante a atriz sem recursos financeiros. Ela é confrontada com uma acusação de homicídio envolvendo um produtor famoso. Com a ajuda da sua melhor amiga, Pauline, uma jovem advogada desempregada, Madeleine alega ter agido em legítima defesa.

No filme O Crime é Meu, uma divertida comédia de época dirigida por François Ozon, somos transportados para a atmosfera parisiense entre as duas Grandes Guerras. A protagonista é Madeleine Verdier, uma aspirante a atriz bela e talentosamente limitada, injustamente acusada de assassinar um produtor com tendências libidinosas. Com a colaboração da sua amiga Pauline Mauléon, uma advogada desempregada, engendram um plano audacioso: transformar Madeleine numa vítima inocente que enfrentou avanços indesejados.

O resultado é uma sucessão de reviravoltas e situações cómicas, impulsionado pelas performances brilhantes de Nadia Tereszkiewicz, Rebecca Marder e um elenco de outras estrelas.

François Ozon, nascido em 15 de novembro de 1967, em Paris, é um realizador e argumentista reconhecido por obras como Dentro de Casa e 8 Mulheres. Com uma carreira multifacetada, Ozon estabeleceu-se como um criador versátil no mundo cinematográfico, explorando temas complexos e apresentando uma abordagem única à narrativa. As suas produções destacam-se pelo seu estilo distintivo e habilidade em evocar emoções genuínas através de enredos cativantes e personagens memoráveis.

À medida que a trama se desenrola, a entrada em cena de Isabelle Huppert como a veterana e extravagante atriz Odette Chaumette acrescenta um toque ainda mais caótico e divertido. O filme promete arrancar gargalhadas, à medida que os personagens navegam por um enredo recheado de enganos, disputas e reflexos da glória do cinema mudo.

O Crime é Meu é a sugestão do Screenings Funchal, numa parceria dos Cinemas NOS e a ACADÉMICA DA MADEIRA, para sexta e sábado, 1 e 2 de setembro. O cliente NOS, portador do seu cartão, tem direito a dois bilhetes pelo preço de um. Se for sozinho, além do bilhete, tem a oferta de um menu pequeno de pipocas e bebida. Vamos aproveitar estas vantagens com mais um momento de grande cinema que o Screenings Funchal proporciona.

Convidamos para a experiência que este filme proporciona, na nossa companhia. Confira no portal do Screenings Funchal e fique com a antevisão.

António Roque
ET AL.
Com fotograma da película de François Ozon.