As palavras-chave permitem que o leitor tenha acesso aos artigos que foram classificados com esse vocábulo enquanto etiqueta. Dessa forma, o repositório digital de notícias da ET AL. é filtrado para que o leitor consulte o grupo de artigos que corresponde à palavra-chave que selecionou. Em alternativa, pode optar pela procura de termos na barra de pesquisa.

Etiqueta Selecionada

praxe

Na praxe da Universidade da Madeira, “as tradições dos outros não importam, o importante é aquela que vocês vão criar”

Hélder Maurício e Branca de Almeida são dois nomes emblemáticos da História, pouco conhecida ou difundida, da nossa Academia. Quando a Universidade da Madeira celebra o seu 35.º aniversário, por enquanto sem eventos que assinalem essa efeméride atingida no passado mês de setembro, a ET AL. publica uma entrevista com os dois antigos estudantes sobre uma componente da tradição académica, a praxe.

LER MAIS...

A Praxe já não é o que era?

Há um saudosismo que pode atingir quem passou pela Praxe. A Universidade da Madeira, ao contrário de outras instituições, apenas atravessou cinco décadas desde a sua fundação, no final do anos 80 do século passado. Esta juventude, que desvanece, também pode ajudar a fixar tradições que, mesmo assim, não são estanques. Em 2023, estarão os estudantes a perpetuar as tradições que foram plantadas na fundação da Academia madeirense? Como era a praxe nos primórdios da Instituição? A ET AL. conversou com dois antigos estudantes, figuras emblemáticas da nossa História.

LER MAIS...

O repúdio sem vergonha

Vera Duarte, ‘alumni’ da Universidade da Madeira e voluntária da ACADÉMICA DA MADEIRA, escreve um artigo de opinião sobre a nota que o ministério que tutela o Ensino Superior fez repudiando as praxes académicas.

LER MAIS...

Praxe Académica

Os rituais de recepção dos alunos novos ao ensino superior são já tradições de longa data. A Praxe, do grego Praxis, numa das suas definições

LER MAIS...

Reis dos caloiros

No início de Setembro estava longe de sequer imaginar-me na posição de Rei dos Caloiros, principalmente por ser um pouco introvertido. Confesso que, antes da

LER MAIS...

Sou rei dos caloiros

Ainda as aulas não tinham começado e eu já estava a ser praxado. Eu e os meus camaradas caloiros, bichos na altura, fomos recebidos pelos

LER MAIS...

Sou rainha dos caloiros

“Bem-vinda à Universidade da Madeira!” foram as primeiras palavras que ouvi quando aqui cheguei, seguidas por “Olhos nos cascos reles bicho!”. Palavras que nunca pensei

LER MAIS...
OS NOSSOS PARCEIROS