Procurar
Close this search box.

Funchal recebe o Campeonato Universitário de Basquetebol 3×3

A ACADÉMICA DA MADEIRA organiza com a Associação de Basquete da Madeira e em parceria com a FADU, a primeira edição do Campeonato Nacional Universitário de Basquetebol 3x3 na Madeira. Os torneios CNU masculino e feminino iniciam-se segunda-feira, 6 de março.

Nos dias 6 e 7 de março de 2023, a Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) promove, na Madeira, o Campeonato Nacional Universitário (CNU) na modalidade de Basquetebol 3×3, organizado pela Associação Académica da Universidade da Madeira e pela Associação de Basquetebol da Madeira (ABM). O CNU será realizado no Funchal, na Praça do Povo, envolvendo mais de uma centena de atletas de várias instituições de Ensino Superior.

A competição visa o apuramento para os Campeonatos Europeus Universitários de Basquetebol 3×3, a maior prova deste género e nesta modalidade em todo o continente, em representação dos universitários portugueses.

Serão dois dias de pura diversão, competição, experiência e possibilidade de interagir com os colegas de todo o país. A competição compreende mais de uma centena de atletas oriundos de 14 instituições de Ensino Superior portuguesas, divididos em 15 equipas femininas e 15 masculinas, com três ou quatro atletas cada uma, sem limite de inscrição de equipas por Clube participante.

Para Ricardo Nora, a FADU realiza “esta série de eventos no Funchal, cuja diversidade também nos orgulha. Falamos de uma cerimónia a celebrar os 33 anos da Federação, atividades no âmbito da nossa Academia com a vertente de formação de dirigentes, e também a realização do nosso Campeonato Nacional Universitário de Basquetebol 3×3”.

As competições femininas serão disputadas por atletas da ACADÉMICA DA MADEIRA, além das congéneres de Coimbra, Aveiro, Beira Interior e Minho. Juntam-se as atletas das associações de estudantes da Superior de Enfermagem do Porto, dos institutos Universitário de Lisboa, Superior Técnico e Politécnico do Porto, além das das universidades Nova de Lisboa e do Porto.

“vontade da FADU em trazer estes eventos à Madeira foi acolhida com agrado” – Ricardo Nora

Nos masculinos, apresentam-se ao torneio as mesmas académicas que nos femininos, as associações de estudantes dos institutos Universitário de Lisboa, Superior Técnico, dos politécnicos do Porto e de Viana do Castelo e a da Universidade da Maia, além dos atletas da Universidade Nova de Lisboa.

A arbitragem e o apuramento dos resultados ficarão a cargo de árbitros oficiais da modalidade na Madeira, sorteados pela ABM.

Os torneios CNU masculino e feminino iniciam-se segunda-feira, 6 de março, pelas 10:00, com a acreditação dos atletas em competição. As provas estão previstas começarão pelas 11:00 de segunda-feira, 6 de março, com termo pelas 18:00 do dia 7, terça-feira.

O presidente da FADU, Ricardo Nora, complementa afirmando que a “vontade da FADU em trazer estes eventos à Madeira foi acolhida com agrado pelas entidades locais, o que nos deixou muito satisfeitos e convictos de que teremos aqui organizações de excelência. Estamos a ir mais além e a envolver a todos neste nosso universo do desporto universitário”.

“a associação «tem trabalhado para que a prática desportiva integre o quotidiano dos estudantes»” – Ricardo Freitas Bonifácio

Para o presidente da ACADÉMICA DA MADEIRA, Ricardo Freitas Bonifácio, a associação “tem trabalhado para que a prática desportiva integre o quotidiano dos estudantes, acreditando que é fundamental para a sua saúde física e mental.” Nesse sentido, numa vertente lúdica e mais descontraída, porque um torneio não é competição, os jogadores terão a oportunidade de mostrar as suas capacidades num concurso de «afundanços» e noutro de «triplos».

Ricardo Freitas Bonifácio deplora a raridade de eventos desportivos desta natureza e grandeza, que está diretamente relacionada com o subfinanciamento do Ensino Superior nacional. Para o dirigente associativo, sem o devido incentivo a prática desportiva não será “uma ferramenta imprescindível para o bem-estar de todo o cidadão, [e] não conseguiremos cumprir a missão para uma sociedade moderna e saudável”, lamentando mesmo que o Desporto Universitário, que é uma forma de desporto de alta competição, “não se faz sem um investimento no Ensino Superior”.

Quando o desporto é, realmente, nacional

Mensalmente, a ACADÉMICA DA MADEIRA tem um espaço de opinião no JM Madeira. Ricardo Freitas Bonifácio, Presidente da Direção da ACADÉMICA DA MADEIRA, escreve este mês sobre os problemas que os estudantes enfrentam no Ensino Superior.

O Campeonato Nacional Universitário que decorre este mês no Funchal é da modalidade de Basquetebol 3×3 e apurará os representantes femininos e masculinos para os Campeonatos Europeus Universitários de 2023, num outro território que partilhou com a Madeira o afeto da imperatriz Sissi, a Hungria, terra do povo Magiar.

A competição decorrerá de 15 a 19 de julho de 2023, em Debrecen, a segunda maior cidade húngara, cuja universidade remonta ao século XVI e possui 80 cursos e mais de 28.000 estudantes.

Os vencedores no Funchal espera-lhes uma aventura numa das regiões mais orientais da Hungria, virada ao planalto romeno da Transilvânia.

Carlos Diogo Pereira
ET AL.
Com fotografia de Oficia MontyLov.

DESTAQUES