A Odisseia de Argélia por Karim Aïnouz

Marinheiro das Montanhas é um diário de viagem filmado na primeira ida de Karim à Argélia, país em que seu pai nasceu. Entre registros da viagem, filmagens caseiras, fotografias de família, arquivos históricos e trechos de super-8, a longa-metragem opera uma costura fina entre a história de amor dos pais do diretor, a Guerra de Independência Argelina, memórias de infância e os contrastes entre Cabília (região montanhosa no norte da Argélia) e Fortaleza, cidade natal de Karim e da sua mãe, Iracema. Passado, presente e futuro entrelaçam-se numa singular travessia.”

Ao longo da travessia do mar o Homem depara-se com imensas perguntas, inúmeros desafios, seus, do seu povo, da sua cultura, ou da sua relação com os outros. O nosso protagonista não é exceção. Nesta viagem de auto descoberta embarcamos, de “mãos dadas”, nesta tempestade de emoções tanto ou nada desconhecidas ao período pós-colonial da Argélia, a terra natal do pai de Karim, a quem só conheceu aos 18 anos. O filme conta com outras aventuras, como a travessia marítima e a chegada às Montanhas Atlas em Kabylia.

Este filme foi realizado por Karim Aïnouz, diretor de cinema, roteirista e artista visual brasileiro, mais conhecido pelos filmes Madame Satã, O Céu de Suely, Praia do Futuro e A Vida Invisível. O tema da viagem interior não é nada desconhecido nas suas produções, sendo todo o enredo um procedimento crescente de independência.

Marinheiro das Montanhas é uma sugestão do Screenings Funchal, numa parceria com os Cinemas NOS e com o apoio da ACADÉMICA DA MADEIRA, para sexta e sábado, 9 e 10 de setembro. O cliente NOS, portador do seu cartão, se acompanhado, tem 2 bilhetes pelo preço de 1. Se for sozinho, ao comprar 1 bilhete de cinema, tem a oferta de 1 menu pequeno de pipocas e bebida. Com estas vantagens é só aproveitar mais um momento de grande cinema que o Screenings Funchal proporciona.

Allan Hunter, crítico cinematográfico, não fica indiferente a esta mensagem, reconhecendo o encanto do filme na (re)construção individual: “uma verdadeira viagem de auto descobrimento. O Marinheiro das Montanhas, definitivamente ilude-nos com as suas hábeis misturas de pessoal/político e as imagens deslumbrastes que Ainouz encontra ao longo do caminho.”

Um filme a não perder. Confira isto e muito mais no portal do Screenings Funchal, e fique-se pela antevisão. Garantimos-lhe uma sensação de rejuvenescimento pessoal nesta nova aventura. O restante depende de si. Apareça.

Alexandre Freitas
ET AL.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA