Orquestra Clássica da Madeira no Vidamar Hotel

A Orquestra Clássica da Madeira apresenta neste sábado um concerto especial em homenagem ao compositor português Francisco de Sá Noronha, obras estas com orquestrações modernas de César Viana, e cujo programa também irão fazer parte dois grandes nomes da história da música ocidental, do período clássico, Mozart e Beethoven.

Este concerto será dirigido pelo Maestro convidado Evan-Alexis Christ e contará com a participação dos Solistas convidados, os violinistas Eliot Lawson e Luís Cunha, integrado no projeto DESCOBRIR NORONHA e financiado pela Direção Geral das Artes, numa parceria entre a Musicamera Produções e a Associação Notas e Sinfonias Atlânticas/Orquestra Clássica da Madeira.

O projeto DESCOBRIR NORONHA tem com o objetivo de inscrever Noronha na nossa história coletiva. Francisco de Sá Noronha foi autor de um importante projeto de ópera nacional, compôs duas óperas baseadas em obras de Garret – Beatriz de Portugal e O Arco de Sant’Ana – e foi criador de numerosas operetas, algumas delas muito ao gosto do Brasil, onde viveu intermitentemente cerca de 30 anos. Noronha foi também o nosso mais importante violinista virtuoso do século XIX.

Neste tributo a Francisco de Sá Noronha, o público terá a oportunidade de ouvir a Abertura “As Bodas de Fígaro” K.492 de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791); três obras do compositor português Francisco de Sá Noronha (1820 – 1881), Fantasia sobre um Tema Original, Variações de “Domino Noir” e Allegro de Concerto; e, a Abertura “Coriolano” op.62 de L. van Beethoven (1770 – 1827).

Esta que é a nossa música, é a música que temos para si. Será um concerto interpretado com intensidade e paixão, onde os músicos da nossa orquestra, juntamente com Evan-Alexis Christ e os violinistas Eliot Lawson e Luís Cunha, gratos pela generosidade com que têm sido tocados pela música, vão brindar o público com um concerto brilhante e inesquecível.

A Orquestra Clássica da Madeira tem na sua responsabilidade propor programas de riqueza estética e musical diversificada dando a possibilidade ao público que nos ouve, de usufruir, neste caso, de obras maiores de criação escritas nos últimos 250 anos.

No âmbito da responsabilidade formativa e pedagógica da Orquestra Clássica da Madeira, os alunos e formandos de todas as áreas artísticas do Conservatório -Escola Profissional das Artes da Madeira terão entrada livre mediante apresentação de cartão estudante e disponibilidade da sala.

Norberto Gomes
Diretor Artístico da Orquestra Clássica da Madeira
Com fotografia de Studio Blackthorns.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA