A Feira do Livro do Funchal sob o signo da juventude

“Jovens e a Língua Portuguesa” é o tema que a Câmara Municipal do Funchal escolheu para a 48.ª edição da Feira do Livro do Funchal que começa na sexta-feira, 3 de junho. A IMPRENSA ACADÉMICA e a CADMUS têm seis novidades e cinco apresentações, além da presença de vários destaques nos livreiros do certame, incluindo a Fnac Madeira.

Os destaques das editoras da ACADÉMICA DA MADEIRA são as cinco apresentações que estão agendadas entre 4 e 12 de junho.

No dia 4, sábado, às 18:00, teremos CONTOS POPULARES E LENDAS DAS ILHAS DA MADEIRA E DO PORTO SANTO apresentado pelo autor, José Viale Moutinho, e pelo editor da CADMUS, Carlos Diogo Pereira. José Viale Moutinho, autor de dezenas de obras publicadas em vários países e recentemente distinguido com o Prémio D. Diniz, estará no Funchal, a convite da organização.

CONTOS POPULARES E LENDAS DAS ILHAS DA MADEIRA E DO PORTO SANTO encontra-se dividido por concelhos e, sob cada designação toponímica, são apresentados os respetivos contos e lendas. A obra conta, ainda, com ilustrações mandadas fazer por R. Ackermann, para o livro que editou em Londres, em 1821, A History of Madeira, with a series of twenty-seven coloured engravings, illustrative of the costumes, manners and occupations of the inhabitants of the Island.

No domingo, dia 5, às 11:00, há a apresentação de VIDAS (DES)CONHECIDAS: LOURDES CASTRO, feita por Emanuel Gaspar, com a presença do autor, Carlos Diogo Pereira, e da ilustradora, Rafaela Rodrigues.

A obra sobre a vida de Lourdes Castro possuiu o mérito de ter sido acompanhada pela biografada que também recebeu o livro, quando lhe foi apresentado em dezembro de 2021. A artista madeirense faleceu em janeiro deste ano. LOURDES CASTRO, o primeiro volume de VIDAS (DES)CONHECIDAS, teve o alto patrocínio do Presidente da República Portuguesa. Conta a vida de Lourdes Castro desde a sua infância no Funchal, passando por várias décadas em França e regressando à Madeira, onde viria a viver em Santa Cruz. Mundialmente famosa, a artista madeirense tem obras que integram os acervos do Victoria and Albert Museum (Londres), do Museu de Arte Moderna (Havana), do Moderna Museet (Estocolmo), do Musée Cantini (Marselha), do Museu de Arte Moderna (Belgrado) e dos Museus Nacionais de Varsóvia (Vroclaw e Lódz).

Na terça-feira, dia 7, às 15:00, O CAMPEÃO DAS TOLICES de José Viale Moutinho e Teresa Vieira. A obra será presentada por Maria Teresa Nascimento, na presença do autor.

As aventuras e trapalhices do jovem Manuel Vaz chegam numa narrativa cativante de José Viale Moutinho, que é acompanhada pelas ilustrações de Teresa Vieira. A divertida história do Manel, o campeão das tolices, é um texto inédito do autor madeirense, que já recebeu o Prémio Edmundo de Bettencourt de Conto e de Poesia, os Prémios de Reportagem Kopke, Norberto Lopes/Casa da Imprensa de Lisboa e El Adelanto (Salamanca); o Pedrón de Honra (Santiago de Compostela) e o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco.

Na quarta-feira, dia 8, às 15:00, LUNA! OUTRA VEZ NA LUA?! de Andreia Baptista e Teresa Vieira é apresentado por Leda Pestana e Carlos Diogo Pereira, com a presença da autora do texto.

Trata-se da primeira obra de Andreia Baptista a ser editada pela CADMUS, numa parceria que promete continuar pelos próximos anos. Luna, a protagonista, é “uma boa menina, bem-comportada, doce e afetuosa, que adorava poder partilhar o seu dom: ser capaz de deixar a imaginação ganhar asas e, com ela, voar, voar, voar…”, como explica a editora. A personagem, contudo, escondia um segredo que os leitores poderão conhecer, acompanhados das ilustrações de Teresa Vieira. LUNA! OUTRA VEZ NA LUA?! promete enriquecer o mercado, trabalhando o gosto pela leitura junto das escolas, como defende a ACADÉMICA DA MADEIRA.

A encerrar a Feira, no domingo, dia 12, às 15:00, FÁBULAS, de João Cabral do Nascimento será apresentado por Ana Salgueiro e Catarina Claro.

Com o prefácio de Catarina Claro e posfácio de Ana Salgueiro, que acumula a coordenação literária da obra, FÁBULAS chega aos leitores. Trata-se do último livro integralmente constituído por poemas inéditos de Cabral do Nascimento, poeta, cronista e ficcionista, destacando-se também como um dos notáveis tradutores do século passado. A obra insere-se na coleção ILUSTRES (DES)CONHECIDOS, que pretende destacar o património literário madeirense, com a publicação, inédita ou não, de vários autores (des)conhecidos do público.

Além das cinco obras, no dia 6 de junho, sexta-feira, às 18:00, o palco da Feira recebe a apresentação do 3.º volume da coleção BALTAZAR DIAS, dedicado ao autor João de Nóbrega Soares. Sob a coordenação de Cristina Trindade, Luísa M. Antunes Paolinelli e Andreia Carol Carvalho, a obra apresenta as peças do dramaturgo no livro Scenas e comedias, publicado em 1863. A IMPRENSA ACADÉMICA é co-editora desse volume que é promovido pela Câmara Municipal do Funchal, responsável pela coleção e por todos os seus volumes.

A IMPRENSA ACADÉMICA e a CADMUS, criadas pela ACADÉMICA DA MADEIRA, possuem um catálogo repleto de livros disponíveis na WOOK, na Bertrand, na Fnac, na GAUDEAMUS e noutros livreiros de Portugal e do estrangeiro. São quase cem obras publicadas, desde 2013, pelas duas chancelas editoriais, chegando a milhares de leitores na Madeira e em todo o mundo. Em 2022, estão previstos mais de vinte novas publicações, com destaque para o verão e o outono, épocas que reúnem os maiores lançamentos da indústria editorial em Portugal.

Desde 1974, o município tem organizado a festa do livro na Madeira, reunindo vários livreiros e editoras na Baixa da cidade. Em 2020, a pandemia obrigou à reconfiguração do evento, mas não impediu a sua realização durante o mês de novembro. No ano seguinte, como em 2022, a Feira regressou à avenida Arriaga no seu modelo habitual.

Na edição de 2022, a organização da Feira do Livro fez um trabalho de promoção em vários estabelecimentos de ensino da região, visitando várias escolas. De acordo com a autarquia, a 48.ª edição da Feira do Livro tem “programadas 31 apresentações e lançamentos de livros, cinco conversas e 15 momentos musicais, 46 sessões de autógrafos e 14 momentos de animação de rua e seis oficinas”. O Presidente da Câmara, Pedro Calado, revelou que o investimento municipal foi de cerca de 150 mil euros. Pode consultar a programação da Feira do Livro aqui.

Luís Eduardo Nicolau
ET AL.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA