Consumo consciente

Seja um consumidor consciente e responsável. O seu comportamento perante o consumo faz a diferença!

Consumir de forma consciente significa mais horas de lazer e menos no trânsito, significa economia de água, de energia e de recursos naturais, significa prestar atenção ao que compramos e lembrar que cada produto tem uma história. Essa história tem o nome de “cadeia de produção” e os fornecedores e empresas integrados nessa cadeia devem ser tão responsáveis quanto o consumidor. O consumidor consciente deve exigir produtos éticos e saudáveis, sem publicidade enganosa, sem poluição do meio ambiente, sem desperdício de recursos naturais e de energia e sem qualquer tipo de exploração no trabalho.

O conceito de consumo consciente propõe mudanças nos padrões de produção, distribuição e consumo e a salvaguarda dos bens ambientais.

Só estando informado é que poderá agir com conhecimento de causa e tornar-se num protagonista activo no mercado.

A facilidade com que as técnicas de marketing e publicidade passam as suas mensagens de promoção dos bens e serviços, se, por um lado, proporciona ao consumidor um leque cada vez maior de oferta, por outro lado, nem sempre lhe assegura o espaço e as condições de reflexão que devem estar presentes em cada acto de consumo.

Ora, só a ponderação, a reflexão e a consciência dos seus actos, direitos e deveres, asseguram ao consumidor a escolha certa e as opções mais adequadas.

Cada cidadão, enquanto consumidor, pode contribuir para proteger o planeta.

Quaisquer que sejam as nossas opções de consumo, elas têm sempre impacto no meio ambiente.

Neste sentido, a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, através do Serviço de Defesa do Consumidor, tem vindo a dinamizar inúmeras acções de sensibilização e sessões de esclarecimento, com o objectivo de dotar os consumidores da Região Autónoma da Madeira de mais e melhor informação, de modo a poderem desenvolver um consumo consciente, sendo eles, os próprios agentes da mudança.

Conheça os conselhos de consumo consciente que pode pôr em prática no seu dia-a-dia:

· Leia os rótulos com atenção e procure os produtos com certificação de “rótulo ecológico” ou de sistemas de gestão ambiental e/ou de responsabilidade social;
· Leve os seus próprios sacos (de pano, de plástico, com rodas, etc.) para as compras;
· Prefira comprar em embalagens familiares, recarregáveis, reutilizáveis e/ou recicláveis;
· Evite comprar alimentos com aditivos corantes e conservantes desnecessários;
· Na escolha de bens, tenha em conta a sua durabilidade e potencial de reutilização (ex.: electrodomésticos, brinquedos);
· Poupe água. Se a água da zona em que reside é de qualidade, beba água da torneira.
· Ao cozinhar, aproveite os alimentos na totalidade para evitar o desperdício alimentar. Conserve os alimentos de forma adequada;
· Reutilize o papel e imprima com moderação reflectindo sobre aquilo que realmente necessita.
· Consuma alimentos preferencialmente produzidos localmente.

Seja um agente transformador, enquanto consumidor, na construção da sustentabilidade da vida no planeta!

Artigo elaborado ao abrigo do protocolo com o Serviço de Defesa do Consumidor.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA