Férias à porta… sabes como rentabilizá-las?

Depois de dois semestres turbulentos e extenuantes, eis que chega agora uma fase completamente diferente, sem aulas, trabalhos, apresentações – uma fase a que muitos chamam “férias”. Ainda te lembras de como eram boas as férias da escola? Quase três meses em casa, na rua, com os amigos e vizinhos, a brincar, a correr no pátio, a nadar todo o dia até ficar com as mãos murchas, e onde quase te esquecias de que em setembro voltaria tudo novamente? Pois é, agora olhas para trás e pensas que já nem sabes o que são férias.

Será que há um manual de férias para estudantes universitários? Existirá alguma forma correta de vivenciar as férias da melhor maneira, sem chegar ao próximo ano com a sensação de que passou apenas uma semana e de que não fizeste nada por ti durante este período de pausa? Certamente que não. Cabe a cada pessoa escolher como gerir as suas férias da melhor forma, de acordo com as suas próprias necessidades. Obviamente, este deve ser um período para repor energias, descansar, dormir melhor, relaxar, passear, estar com a família e amigos, mas também um período para fazer um balanço do ano letivo anterior e rever a lista de objetivos que ainda há por cumprir. Além disso, o período de férias pode ser extremamente útil para rentabilizares alguma da tua disponibilidade mental para reformular objetivos, reveres o teu currículo e repensares naquilo que tens para fazer para alcançares as tuas metas. As férias devem ser um período para te ajudar a sentir novamente útil, ativo, cheio de energia, de forma a regressares para um novo semestre com uma atitude mais ativa, empreendedora e motivada. Por que não aproveitares esta pausa para melhorares o teu inglês e fazeres um curso intensivo, ou viajar para a Europa, conhecer empresas e lugares que te possam ajudar a construir novos horizontes para a tua futura profissão? Por que não te juntares a um grupo de amigos e fazer voluntariado fora do país ou mesmo cá dentro? Por que não visitar algumas empresas que admiras e pedir conselhos a pessoas que consideras que podem vir a ser bons mentores para os teus projetos profissionais? Ou então, por que não mesmo fazeres algum trabalho em part-time, e assim ires enriquecendo a tua vida e a tua personalidade, ao mesmo que desenvolvendo a tua capacidade de trabalho, de interagir com outros e estares continuamente a preparar a tua cabeça para pensar.

As férias não precisam, pois, ser um tempo para hibernares. Podem ser um período rico em novas ideias e novos projetos, em que te podes envolver em atividades extracurriculares que te vão ajudar a encher a bagagem com coisas que não virão inscritas no teu diploma de final de curso mas que te acrescentarão valor e enriquecerão a tua aprendizagem, elementos que são cada vez mais valorizadas pelos empregadores.

Por isso, marca a tua diferença, aproveita para desenvolveres as tuas ferramentas e plantares mais uma semente para o teu futuro, que começa agora!

Serviço de Consulta Psicológica da UMa

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA