Tomou o pequeno-almoço?

Muitos são aqueles que frequentemente iniciam a sua actividade diária sem tomar o pequeno-almoço. Será o seu caso? Se sim, é essencial que conheça a importância desta refeição.

O desenvolvimento físico, intelectual e afectivo, dependem de uma alimentação saudável em quantidade e qualidade, destacando-se o papel do pequeno-almoço. Trata-se de uma refeição fundamental e que nunca deve faltar. É importante para atenuar o período de jejum nocturno e também para disponibilizar a energia necessária para as primeiras horas do dia.

A omissão do pequeno-almoço pode provocar alterações metabólicas a nível cerebral, resultante de um prolongado jejum; diminuir a capacidade de atenção, concentração e de raciocínio lógico, enfim, causar dificuldades em pensar, compreender e aprender razões, muitas vezes, suficientes para afectarem os resultados escolares. Para além disso, pode acarretar défices nutricionais e provocar alguma irritabilidade e, até, alterações de humor. Pelo contrário, a toma do pequeno-almoço, possibilita um melhor estado nutricional, propicia melhores resultados cognitivos e combate o excesso de peso e a obesidade. Enfim, só vantagens.

É assim fundamental criar este hábito matinal e reservar uns minutos do nosso dia para fazer esta importante refeição, que deve ser constituída por cereais e derivados (como o pão, tostas ou cereais pouco açucarados), lacticínios e fruta. Sendo assim… após acordar: tomar sempre um verdadeiro pequeno-almoço.

Bruno Sousa
Nutricionista

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA