São Roque acolhe o primeiro desafio mental e físico para os estudantes

A 26 de maio, a Quinta de São Roque irá acolher o UMa Challenge, iniciativa desportiva organizada por estudantes da Escola Superior de Tecnologias e Gestão da UMa. O evento é gratuito, mas a inscrição, aberta até 22 de maio, é obrigatória.

Numa altura em que no Ensino Superior tem na saúde mental e física dos estudantes um dos seus grandes desafios, o Curso Técnico Superior Profissional em Treino Desportivo, lecionado pela  Escola Superior de Tecnologias e Gestão, organiza o UMa Challenge.

A atividade terá lugar já na próxima sexta-feira, 26 de maio, em dois turnos, o primeiro a começar às 09.00 e o segundo às 14.30, ambos no Campus Universitário da Quinta de São Roque.

Os Maderilenos venceram o TROFÉU DO REITOR

A 16.ª edição do TROFÉU DO REITOR, o torneio inter-universitário de futsal da ACADÉMICA DA MADEIRA, voltou ao campo da Quinta de São Roque, reunindo dezenas de jogadores. Os Madrilenos, liderados por Bruno Cerqueira, sagraram-se campeões da prova.

Para participar basta juntar uma equipa com seis elementos, selecionar o capitão e deve submeter a inscrição através deste formulário , até 22 de maio.

O UMa Challange durará duas horas e reune vários desafios e jogos, que visam divertir e aprender mais o ecossistema da nossa ilha e a sustentabilidade da nossa comunidade, como nos contou Sérgio Caires, estudante do 1.º ano do CTeSP em Treino Desportivo e membro da organização explica

Como surge o UMa Challenge e quais são os seus objetivos?

O evento UMa Challenge foi proposto pelo professor Hélder Spínola (coordenador do projeto eco-escolas da universidade da Madeira) aos professores na unidade curricular em gestão das atividades desportivas e empreendedorismo, com o objetivo de proporcionar um evento desportivo na quinta de São Roque aos alunos, professores e funcionários da Universidade da Madeira e apelar à preservação do meio ambiente e da promoção da atividade física.

A educação ambiental é um dos temas centrais da atividade. Como entende que esse tema tem sido tratado em Portugal?

Apesar de ser um tema que nestes últimos anos têm-se vindo a verificar um aumento geral sobre as boas práticas ambientais e cuidados a ter com o mesmo, é necessário continuar a incentivar a população a ter em conta e a consciencializar a importância de pôr em prática de forma a termos um planeta mais saudável e poupar os recursos existentes.

Quais são os comportamentos que a nossa comunidade académica deve melhorar?

Quanto à nossa comunidade académica já foram feitos comportamentos méritos de boas práticas ambientais, como a instalação de uma fonte de água de forma a poupar recursos do nosso planeta e a colocação de vários ecopontos por toda a universidade. Uma das melhorias que podiam ser feitas na universidade era a retirada de papel para secar as mãos nas casas de banho, obrigando a utilização do secador das mãos e a utilização de mais energia elétrica.

Luís Eduardo Nicolau com Carlos Diogo Pereira.
ET AL.

DESTAQUES