Vacinar?!

A propósito do recente surto de Gastroenterite Hemorrágica Viral Canina – Parvovirose, que ocorreu no Porto Santo, ficam aqui algumas considerações sobre a importância da vacinação.

Os nossos animais de companhia, enquanto muito novos, possuem um sistema imunitário extremamente frágil e a imunidade passiva do colostro da mãe tem um período de duração curto. A necessidade de uma boa e correcta primovacinação é imprescindível para um crescimento do nosso animal de companhia sem sobressaltos.

Novas tendências sobre a vacinação e com a crise financeira, muitos donos optaram por não vacinar os animais, ficando estes expostos a surtos de doenças infecto-contagiosas como sucedeu no Porto Santo. Mesmo animais adultos e até alguns seniores foram atingidos por esta virose e que levou à morte de alguns dos cães infectados.

Mais que a vacinação anual, o investimento numa primovacinação correcta é vital não só para salvaguarda do nosso animal de estimação como também dos outros animais, com ou sem donos que se encontram na mesma área de envolvência. É certo que se a grande maioria destes animais infectados tivesse tido alguma vacinação, este surto não teria as dimensões locais que teve.

A vacinação não é um capricho dos Médicos-Veterinários, é sim um passaporte para uma vida sã e plena de qualidade de vida. Fale com o seu veterinário assistente sobre a vacinação do seu animal de companhia.

Nunca abandone o seu animal de estimação!!!

João Oliveira
Médico-Veterinário na SPAD

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA