O Dia Mundial da Floresta

Desde sempre, na actualidade e para além de 2011

O culto da Floresta tal como o culto da árvore remonta às civilizações mais antigas da Humanidade, um culto ancestral. As florestas atuais são o resultado da evolução genética e das alterações climáticas de milhões de anos (incluindo a floresta indígena da Madeira). O Homem desde o seu surgimento tem sido o agente transformador com uma ação modeladora, causando a devastação, desarborização da área e composição dos espaços florestais primitivos, existindo uma interligação entre a História do Homem e da Floresta.

No ano 1970 do século XX foi acordado internacionalmente que o dia 21 de março fosse designado por Dia Mundial da Floresta, conceito mais complexo e abrangente que a antiga designação de “Dia da Árvore” – comemorado em diferentes dias em diferentes países desde o fim do século XIX, devido ao contexto florestal da época em todo o Mundo, século em que se verificou um processo de desarborização devido às crescentes necessidades de madeira.

No arquipélago da Madeira tal como em Portugal as comemorações do Dia Mundial da Floresta tiveram um grande incremento a partir de março de 1974, dando continuidade a um movimento cultural e cívico iniciado na primeira década do século XX, que procurava divulgar os benefícios das árvores e das florestas. Desde esta época até à atualidade as organizações governamentais e não governamentais têm divulgado o património florestal das regiões, locais ou áreas, procurando que todos os cidadãos tenham a consciência da importância na protecção, preservação e conservação das florestas – um bem natural, valioso e renovável, gerador de bens e serviços com grande importância no ambiente, na segurança, na qualidade de vida, na saúde e na economia das populações.

Celebrar as florestas não se restringe ao Dia Mundial da Floresta ou ao Ano Internacional das Florestas (ano 2011) – são muitas as ações que todos os dias e durante anos acontecem na Madeira, Portugal e em todo o Mundo na defesa destes ecossistemas complexos, sistemas ecológicos com um grande importância na conservação da biodiversidade, no combate à desertificação e às alterações climáticas; como fonte energética e serviços com valor económico, no entanto a data 21 de março ou o Ano Internacional é um alerta periódico mas constante e persistente para o empenho de Todos na proteção e defesa do habitat da biodiversidade ao nível regional, nacional ou mundial.

O objectivo destas comemorações é a mobilização da comunidade mundial para assegurar que as florestas sejam geridas de modo sustentável para as gerações atuais e futuras. As atividades em apoio às celebrações têm ao longo do anos, como foco a promoção do desenvolvimento global sustentável, a conservação das florestas em todo o mundo e a sensibilização das populações para o papel decisivo que desempenham para o bem–estar da sociedade, que não acaba no dia 21 de março ou em 2011 mas que se prolonga no tempo, com um trabalho contínuo em prol da Floresta.

Direção Regional das Florestas

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA