De mochila às costas em Castelo Branco

De mochila às costas visite o interior de Portugal Continental e passe por Castelo Branco. Do alto das ruínas do seu castelo templário goze a paisagem trigueira e aviste a Gardunha e a Estrela. Passe por ruas medievais sinuosas e de paredes tortas e descubra palacetes e solares, igrejas e capelas, e prove os sabores das tascas tradicionais e dos restaurantes mais modernos. Se tiver oportunidade, prove alguns dos doces típicos da região, entre vários tipos de bolos secos e sobremesas à base leite e ovos, como as papas de carolo (semelhante ao arroz-doce, mas feitas de milho estraçoado). Diferente do da Madeira, o bordado de Castelo Branco de seda em linho, é outro motivo de visita à cidade.

Finalmente, visite o Jardim do Paço Episcopal (casa de férias dos bispos da Guarda). Deste labirinto barroco, fala-se das estátuas de bronze que os franceses roubaram (hoje de granito), de uma janela dita dos namorados (que de belo ver, só a companhia) e das passagens secretas para o Convento da Graça (que era de freiras).

Carlos Diogo Pereira
Alumnus

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA