Procurar
Close this search box.

Quase 8 em 10 estudantes da UMa com altas expetativas sobre empregos na área de formação

O OBSERVATÓRIO DA VIDA ESTUDANTIL revelou os resultados do INQUÉRITO SOBRE AS PREOCUPAÇÕES DOS ESTUDANTES PERSPETIVANDO AS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS DE MARÇO DE 2024. A divulgação dos resultados continua com a apresentação dos dados sobre as expetativas de empregabilidade e de aquisição de habitação própria.

Depois de indicar que a maioria avalia positivamente a igualdade de oportunidades entre estudantes, o OBSERVATÓRIO DA VIDA ESTUDANTIL da ACADÉMICA DA MADEIRA revelou os dados sobre a expetativa do estudante de vir a encontrar emprego na área de formação e de alcançar autonomia financeira para adquirir habitação própria.

Sobre a expetativa de vir a encontrar emprego na área de formação, a maioria dos inquiridos responde de forma positiva: 77,1% tem uma expetativa alta (27,3%) ou moderada (49,8%). Em oposição, 20,3% dos inquiridos respondem que as suas expetativas são baixas, sendo que 2,6% indicam estar empregados na área de formação.

Maioria avalia positivamente a igualdade de oportunidades entre estudantes

A ACADÉMICA DA MADEIRA colocou sob a responsabilidade do seu OBSERVATÓRIO DA VIDA ESTUDANTIL a execução de um estudo inédito sobre as perspetivas dos estudantes sobre as eleições legislativas de março de 2024. Nos últimos 12 meses, o observatório realizou outros três inquéritos por questionários junto da população universitária.

Em relação ao futuro, questionados sobre a idade em que esperam alcançar autonomia financeira para adquirir habitação própria, a maioria dos inquiridos (60,6%) espera ter esta faculdade até aos 35 anos de idade (25-35 anos). A expetativa mais imediata, até aos 25 anos, atingiu 19% dos inquiridos, enquanto 17,3% afirma que espera atingir esse objetivo a partir dos 35 anos. É de 3,1% a percentagem de inquiridos que indicam ter habitação própria.

Inquérito por questionário realizado, entre 5 e 28 de fevereiro de 2024, pelo OBSERVATÓRIO DA VIDA ESTUDANTIL, uma estrutura de investigação da ACADÉMICA DA MADEIRA, sobre vários aspetos da vida universitária. A amostragem consistiu em 869 estudantes que aceitaram participar no inquérito por questionário, quando inquiridos pelos entrevistadores no Campus Universitário da Penteada.

Luís Eduardo Nicolau
ET AL.
Com fotografia de Ian Schneider

DESTAQUES