Procurar
Close this search box.

Instituto Nacional de Estatística está a recrutar

O Instituto Nacional de Estatística procura interessados em realizar entrevistas telefónicas. Mediante os resultados, o entrevistador pode receber 1000€, trabalhando 90 horas por mês.

Nos tempos que correm, qualquer entrada de dinheiro é uma ajuda a suportar os custos do dia a dia. Nesse sentido, a nossa redação decidiu partilhar um anúncio que nos chegou, publicado pelo Instituto Nacional de Estatística, I. P. (INE).

O INE está a recrutar “entrevistadoras/es, em regime de contrato de prestação de serviços, para realização de entrevistas por telefone do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (inquérito às famílias)”.

O anúncio indica que a “atividade é prestada no domicílio, em infraestrutura centralizada propriedade do INE com cedência de equipamento informático portátil e auricular, sendo as entrevistas telefónicas realizadas através da aplicação de guião estandardizado, a residentes em alojamentos selecionados para as amostras”.

O candidato tem que ter disponibilidade média “em dias úteis de 3 a 6 horas diárias, em blocos de 3 horas, variando entre as 09:30 e as 21:30”.

Pagamento varia “em função dos resultados apresentados e dos inquéritos vigentes”, mas o INE explica que o entrevistador que realiza 30 blocos de três horas por mês, pode receber, em média, 1000€ mensais.

Verifica as condições de recrutamento aqui.

Carlos Diogo Pereira
ET AL.
Com fotografia de KOBU Agency.

DESTAQUES