Orquestra Clássica da Madeira apresenta “Madeira Camerata”

A Madeira Camerata, com direção musical do violinista Norberto Gomes, comemora o “100.º aniversário da morte do compositor madeirense Anselmo Serrão”, este sábado, 5 de novembro, pelas 18:00, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira.

Desde a temporada 2018-2019 que a Associação Notas e Sinfonias Atlânticas (ANSA), através da estrutura artística da Orquestra Clássica da Madeira (OCM) vem, de forma permanente, incluindo obras musicais de autores madeirenses, dos últimos três séculos, nas suas temporadas. Para esse efeito contou com colaboração de Paulo Esteireiro, Rui Magno Pinto, Francisco Loreto, Giancarlo Mongelli, Cesário Costa, e de algumas instituições que estes representam, para a recuperação e edição dessas obras.

Neste concerto, em parceria com o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, comemoramos o “100.º Aniversário da morte do compositor madeirense Anselmo Serrão”, com a recuperação e interpretação de duas obras da sua inspiração, com adaptação e orquestração de João Caldeira: o moteto “Proprio Filio Suo” e “Ave Maria”. Estas duas composições terão a voz do tenor Alberto Sousa e da soprano Raquel Camarinha que se junta na “Ave Maria”.

Anselmo Baptista de Freitas Serrão Júnior foi um dos músicos madeirenses mais dinâmicos na segunda metade do século XIX. Compositor, organista, maestro, violinista, bandolinista e participante ativo em bandas filarmónicas, nas quais tocava instrumentos de sopro.

Para este concerto, temos também em programa a Sinfonia/Abertura do compositor português Carlos Seixas, e a Cantata BWV 199 “Mein Herze schwimmt im Blut”, de Johann Sebastian Bach pela voz de Raquel Camarinha.

Um concerto que demonstra a orientação e sensibilidade da Orquestra Clássica da Madeira na recuperação de obras madeirenses e, que desta forma, aproxima a Orquestra à comunidade onde esta se insere.

No âmbito da responsabilidade formativa e pedagógica da Orquestra Clássica da Madeira, os alunos e formandos de todas as áreas artísticas do Conservatório – Escola das Artes da Madeira têm entrada livre mediante apresentação de cartão estudante.

A obra de Anselmo Serrão integra várias peças que compôs para bandas filarmónicas, entre as quais o Hino da Filarmónica, adotado pela Banda Municipal de Câmara de Lobos.

A Orquestra Clássica da Madeira convida o público a participar nesta celebração num ambiente intimista e com a musicalidade e o virtuosismo dos nossos convidados e dos nossos instrumentistas.

Os bilhetes do concerto, integrado na Iniciativa “Parlamento mais perto”, custam entre 15€ e 5€ e podem ser adquiridos na GAUDEAMUS do Colégio dos Jesuítas do Funchal, na rua dos Ferreiros (próximo da Câmara Municipal do Funchal) ou, apenas no dia do concerto, a partir das 17:00, na Assembleia Legislativa da Madeira.

Norberto Gomes
Diretor Artístico da Orquestra Clássica da Madeira
Com fotografia de Joel Wyncott.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA