Visita relâmpago da ministra com lista grande na mala

O roteiro que a ministra Elvira Fortunado está a efetuar por todas as instituições do país chegou à Universidade da Madeira. A visita foi breve, mas a lista de pedidos foi extensa.

A visita dos governantes à Universidade da Madeira é pouco frequente. No verão de 2021, Marcelo Rebelo de Sousa fez uma breve passagem que, apesar de passar pelo Colégio dos Jesuítas do Funchal, não se tratou de uma visita institucional à UMa, visto que apenas incluiu um encontro com o Presidente da ACADÉMICA DA MADEIRA e uma curta conversa com o reitor. O motivo da visita do Chefe do Estado foi um almoço enquadrado nas celebrações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Em 2010, Mariano Gago, que tinha a pasta do ensino superior, fez uma visita à Universidade da Madeira. O ministro afirmou que a universidade tinha “um programa de desenvolvimento muito ambicioso, que simultaneamente reforça a sua inserção na economia regional, através da criação de cursos de especialização tecnológica, cursos curtos orientados para o mercado de trabalho”. Foi prometido uma aposta “em áreas que são centrais para a economia regional”, sendo muito importante a “indústria do turismo e do entretenimento”. O governante visitou a UMa em maio desse ano para celebração de um contrato de confiança entre a tutela e a universidade. Era reitor, José Manuel Castanheira da Costa.

Quase doze anos depois, passando por Nuno Crato e Manuel Heitor no Palácio das Laranjeiras e José do Carmo no Colégio dos Jesuítas, a ministra fez a primeira visita à Universidade da Madeira, poucos meses depois da tomada de posse do governo, em março.

De Elvira Fortunato ficou o compromisso para um trabalho em equipa, com propósito de resolver os problemas, mas não adiantando qualquer medida em particular: “levo uma lista grande de preocupações, mas acima de tudo estamos a trabalhar para soluções. Aliás, nós já conhecemos parte dos problemas identificados. Venho deste meio e sei exatamente as necessidades que a ciência e o ensino superior têm e estamos a trabalhar para isso”.

Em destaque esteve o recorrente problema do subfinanciamento. Entre as universidades, a revisão da fórmula de financiamento é uma matéria com algum consenso e que a ministra já teve a oportunidade de, no parlamento, reconhecer a necessidade de revisão, visto que “a forma como o orçamento é distribuído não é a mais justa”. Sílvio Moreira, na sua intervenção no Dia da Universidade da Madeira, a 6 de maio, indicou a sua esperança para “que esta nova posição de abertura em relação a este problema [do subfinanciamento] venha a concretizar-se o mais brevemente possível”.

Nas declarações prestadas após o encontro na UMa, a ministra indicou que iria “tentar melhorar, por exemplo, o próprio financiamento do sistema universitário, que tem que ser mudado drasticamente. Estamos há três meses no Governo e é evidente que não se ia alterar qualquer coisa, que durante mais de uma década nunca ninguém mexeu. Queremos fazer isso de uma forma justa e coerente e penso que futuramente mais resultados poderão surgiu”.

Recentemente, nas celebrações de maio, o Administrador da UMa referiu que não era “alternativa ou resolução a esta matéria do subfinanciamento da Universidade, o proposto aumento da dotação de financiamento de Orçamento de Estado para a Universidade da Madeira, de mais 1,88% para 2022”.

O compromisso da ocupante do Palácio das Laranjeiras é de “trabalhar em conjunto, não só com a Universidade da Madeira”. A antiga investigadora pretende um trabalho junto de todo o “sistema nacional, com todas as universidades. Há problemas comuns, há problemas que são específicos. Sobretudo, vamos tentar melhorar”.

Ainda durante a sua visita ao Campus Universitário da Penteada, o Presidente da Direção da ACADÉMICA DA MADEIRA, Alex Faria, ofereceu a Elvira Fortunato e ao Secretário de Estado do Ensino Superior, Pedro Nuno Teixeira, o primeiro e segundo volumes dos 31 DESAFIOS PARA O ENSINO SUPERIOR. Ambas as obras são editadas pela IMPRENSA ACADÉMICA, uma das editoras da ACADÉMICA DA MADEIRA.

Ainda sobre o Ensino Superior e a Universidade da Madeira, Alex Faria reúne hoje com o Secretário de Estado do Ensino Superior para discussão de alterações ao Regulamento de Bolsas e ao Regulamento de Bolsas +Superior.

Luís Eduardo Nicolau
ET AL.
Com fotografia de Pedro Pessoa.

OS NOSSOS PARCEIROS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A NOSSA EQUIPA