Proposta de Provedor do Estudante chumbada… pelos estudantes

Terça-feira, na reunião do Senado, vários estudantes chumbaram a proposta apresentada na audição de designação do Provedor do Estudante que, no entanto, acabou aprovada pela maioria.

João Filipe Prudente, antigo professor do Departamento de Educação Física e Desporto da UMa, mereceu a aprovação da larga maioria dos funcionários docentes e não docentes presentes. Segue-se, agora, a votação do Conselho Geral, órgão que detém a faculdade de designar e exonerar o Provedor do Estudante.

Detentor de um vasto currículo, João Filipe Prudente foi pró-Reitor da Universidade da Madeira de 2013 a 2021, durante a reitoria de José Carmo.

O Senado é um órgão consultivo, que pretende “assegurar a coesão interna e a participação de todos os seus corpos na vida da Universidade”, conforme referido nos Estatutos da Universidade da Madeira. Uma das competências previstas é ser ouvido sobre a designação, que cabe ao Conselho Geral, do Provedor do Estudante.

Com a audição sobre a designação do Provedor na ordem de trabalhos, o Senado reuniu na terça-feira. Segundo a ET AL. apurou junto de vários senadores, a proposta foi aprovada pela maioria dos presentes, tendo sido recusada por três estudantes que alegaram que “a falta de antecedência da apresentação” da proposta, “ocorrida na véspera da reunião”, impossibilitava qualquer tipo de trabalho com propósito de auscultar a personalidade indicada. No entender dos estudantes que votaram contra, não estavam salvaguardadas as condições de garantia para que o espírito desse cargo seja preservado.

O primeiro Provedor do Estudante foi Luís Sena Lino, antigo docente do Departamento de Educação Física e Desporto da UMa. Seguiu-se Jorge Carvalho, antigo presidente da Direção da ACADÉMICA DA MADEIRA e atual Secretário Regional de Educação, Ciência e Tecnologia. João Gabriel Jardim Caldeira, antigo aluno da UMa, desempenhou o cargo entre 2016 e 2020. Por fim, em 2020, foi designado o professor aposentado, Rui Alexandre Carita Silvestre.

Dos quatro estudantes presentes, o representante dos alunos de doutoramento foi o único a votar favoravelmente na proposta discutida pelo Senado que, alegadamente pelo facto de ter sido conhecida na véspera da reunião, motivou o protesto e o voto contra dos restantes estudantes.

Carlos Diogo Pereira
ET AL.
Com fotografia de Magdalena Zawadzka.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA