Procurar
Close this search box.

Depois das atuações no Reino Unido, os FATUM regressam ao Colégio dos Jesuítas do Funchal

O grupo de fados da ACADÉMICA DA MADEIRA regressa ao Colégio dos Jesuítas do Funchal para a habitual atuação quinzenal. Vários voluntários da ACADÉMICA DA MADEIRA participam na preparação do evento que também pretende contribuir como mais uma ferramenta de apoio à saúde mental dos estudantes.
Os FATUM, o grupo de fados da ACADÉMICA DA MADEIRA, no sarau de 12 de janeiro de 2024, na Sala dos Atos Pe. Leão Henriques, no Colégio dos Jesuítas do Funchal.

O Centro Scalabrini, um dos principais locais de realização de evento da comunidades portuguesa de Londres, recebeu os FATUM no início de fevereiro. O momento musical promovido pelo grupo incluiu canções tornadas famosas pelos madeirenses Edmundo de Bettencourt e Maximiano de Sousa (Max).

Depois da sua passagem pelo Reino Unido, os FATUM regressam ao Colégio dos Jesuítas do Funchal, continuando a sua temporada de 2024. Até dezembro deste ano, está prevista a realização de mais de vinte espetáculos gratuitos.

Para a ACADÉMICA DA MADEIRA, a realização de eventos musicais, acessíveis ao estudante, é também uma forma de reforçar esta componente para formação da comunidade académica, além de que a “música pode ser uma ferramenta poderosa para apoiar e melhorar a saúde mental” através da redução do stress, do processamento emocional, da memória e aprendizagem, da autoexpressão, da partilha de experiências e da interação social.

Beatriz Luís, Maria Beatriz Ricardo, Jéssica Pedro, Mafalda Brasão, Diogo Freitas, Carlos Abreu, Carlos Diogo Pereira, David Freitas, Gonçalo Direito e João Freitas compõe o elenco de fadistas atuais do grupo. Vale recordar que o grupo, que abandonou a limitação habitual de género, está aberto a qualquer estudante ou antigo estudante universitário, de qualquer Instituição, que queira partilhar o gosto pela cultura e pela tradição da Canção de Coimbra.

Carlos Diogo Pereira
ET AL.
Com fotografia de Henrique Santos.

DESTAQUES