Pongo eletrifica o Summer Opening

Pongo eletrifica o Summer Opening

Engracia Domingos da Silva, natural de Angola, mais conhecida pelo seu nome artístico de Pongo, é uma cantora e compositora angolana de kuduro, de rap e de pop. A artista meteu toda a gente a mexer no Parque de Santa Catarina, sentindo a magia do Summer Opening que celebra 10 anos de muita música e boas energias.
Pongo, a cantora e compositora angolana conhecida pelo seu talento no estilo musical Kuduro, atuou no sábado, 15 de junho, nos 10 anos do Summer Opening.

Pongo é uma cantora e compositora angolana conhecida pelo seu talento no estilo musical Kuduro. A sua carreira decolou quando se juntou ao grupo Denon Squad, o que eventualmente a levou a conhecer o renomado grupo Buraka Som Sistema. Em 2008, Pongo subiu ao palco pela primeira vez com o Buraka Som Sistema na casa de shows Music Box em Lisboa. Nesse mesmo ano, ganhou destaque em Portugal com a música “Kalemba (wegue Wegue)”, escrita e cantada por ela. A canção fez parte das trilhas sonoras dos jogos Need for Speed: Shift e FIFA 10 e ganhou popularidade com mais de onze milhões de visualizações no YouTube.

João Borsch surpreende no Summer Opening

O talentoso compositor e produtor madeirense surpreendeu o recinto do maior festival do verão madeirense. O Parque de Santa Catarina já sente a magia do Summer Opening que celebra 10 anos de muita música e boas vibrações.

Pongo se apresentou com o Buraka Som Sistema por dois anos, mas acabou saindo do grupo devido a uma disputa em relação aos direitos da música “Kalemba (wegue Wegue)”. Após deixar o grupo, teve que encontrar outros rumos para a carreira. No entanto, o seu espírito determinado não a deixou desistir. Enquanto trabalhava em uma casa, Pongo ouviu sua música “Wegue Wegue” tocando no rádio, o que a motivou a lutar por sua carreira e retomar seu caminho na música.

Pongo levou o Parque de Santa Catarina ao Rubro

O ponto de virada da sua carreira ocorreu em 2018, quando lançou seu primeiro EP, “Baia”. Esse lançamento marcou a retomada de sua jornada musical e atraiu atenção para o seu talento único. No ano seguinte, ela teve uma oportunidade extraordinária de se apresentar no prestigioso festival francês Fête de la musique, onde cantou no Élisée, a residência oficial da presidência francesa, e foi recebida pelo presidente Emmanuel Macron. Essa experiência singular solidificou a sua posição como a “Diva do Kuduro” e aumentou o seu reconhecimento internacional.

Em 2020, Pongo lançou seu segundo EP, “Uwa”, cujo título significa “passo” em kimbundo, uma das línguas oficiais de Angola. Com esse lançamento, ela continuou a encantar o público com a sua música vibrante e energética, combinando influências do Kuduro com outros estilos contemporâneos. A qualidade da sua arte foi reconhecida pela indústria musical quando ela ganhou o prêmio Music Moves Europe Talent Awards no mesmo ano, solidificando ainda mais o seu sucesso e estabelecendo a sua posição como uma artista de destaque em Angola e no resto do mundo.

Pongo continua a trilhar um caminho de sucesso, conquistando admiradores com a sua voz cativante, as performances enérgicas e as letras cativantes. O seu talento excepcional e a sua determinação inspiradora a colocam como uma das artistas mais promissoras e influentes da cena musical atual. Com uma mistura única de ritmos e uma presença de palco magnética, Pongo continua a marcar o seu nome na indústria e a levar o Kuduro a novos palcos de reconhecimento global, como o do Summer Opening 2023.

A ET AL. está a acompanhar os quatro dias do maior Festival de verão na Ilha da Madeira, o Summer Opening. Acompanhados do IT’S OKAY, um dos podcasts da ACADÉMICA DA MADEIRA, estamos em direto do Parque de Santa Catarina com Ricardo Afonso Fernandes e Pedro Miguel Freitas a produzir conteúdo de áudio, de vídeo e de fotografia na maior festa da música do nosso arquipélago.

Tomás Santos de Pontes
ET AL.
Com fotografia de Pongo.