Assédio(s) no Ensino Superior: Políticas e práticas de intervenção nas comunidades educativas

A 5 de dezembro de 2022, em formato remoto, a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra promove o seminário comemorativo do XV Aniversário da sua fundação, com o tema: Assédio(s) no Ensino Superior - Políticas e práticas de intervenção nas comunidades educativas.

O Projeto (O)Usar & Ser Laço Branco, da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), tendo como missão promover relações de intimidade saudáveis e prevenir a violência entre pares, começando no namoro, tem organizado em cada ano um evento científico onde os valores do fortalecimento da liberdade, da igualdade de género, do humanismo, da cidadania ativa, da cooperação e do empowerment, têm estado presentes.

Este ano, dando continuidade ao trabalho desenvolvido em prole da prevenção da violência, nomeadamente com os jovens, organiza um seminário comemorativo do XV Aniversário da sua fundação, com o tema: Assédio(s) no Ensino Superior – Políticas e práticas de intervenção nas comunidades educativas. Evento no âmbito dos Projectos – Formação de Profissionais de Saúde e Educação, Projeto Estruturante – “Género, Saúde e Desenvolvimento”, inscrito na UICISA:E. É um evento remoto.

Nas últimas décadas, emergiu a necessidade de tornar visível e desnaturalizar a violência estrutural que as sociedades reproduzem. A violência, particularmente a violência de género, é considerada um atentado contra a autonomia, a liberdade sexual e dignidade das pessoas, bem como, ao direito a trabalhar e estudar num ambiente seguro. O assédio ou assédio sexual, é uma forma de violência de género e acontece mais frequentemente no espaço público e em contextos de trabalho e nos últimos anos, tem sido identificado nos espaços educativos. Esta tem constituído uma situação grave e preocupante para as instituições académicas em todo o mundo. É uma prática que se aprende através da socialização numa cultura patriarcal e que tem origem em contextos de desigualdade e assimetrias de poder (social, económico e político) entre os sexos (Ortiz, 2012).

“A violência, particularmente a violência de género, é considerada um atentado contra a autonomia”

Apesar do incremento desta temática na agenda pública, considera-se que tem sido dada pouca atenção às questões de violência de género no ensino superior tanto em termos de investigação como a nível político, justificando-se analisar e debater este problema em contexto académico.

Com este seminário pretende-se assim, refletir sobre esta problemática, partilhar conhecimento sobre os diversos fenómenos que reproduzem as desigualdades de género e a violência de género nos contextos de ensino superior, dando subsídios para o desenho de planos de ação e medidas preventivas.

Assim, a partilha de experiências com peritos de várias instituições, nacionais e internacionais, trará um aporte que esperamos seja um contributo para a implementação de mais e melhores práticas nesta área.

Se este tema lhe interessa, participe – de modo remoto – pois será uma excelente oportunidade para aprender e partilhar conhecimentos, criar redes e ampliar e fortalecer o trabalho a desenvolver neste domínio. Convidamo-lo ainda a apresentar comunicações livres para partilhar experiências, práticas inovadoras, projetos, resultados de investigação ou teorias, que possam ajudar a orientar as decisões políticas e a sustentar as práticas profissionais, de modo a prevenir e remediar o impacto do assédio sexual em contexto académico.

Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Com fotografia de Priscilla Du Preez.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS