De estudantes para estudantes

A história da revista JA iniciou-se em Março de 2006, quando saiu a primeira edição ao público. Sob a designação ‘Jornal Académico A UMa é Nossa!’, apresentou-se como um instrumento de campanha da única lista concorrente aos órgãos sociais da AAUMa nas eleições desse ano. Concretizava-se, dessa forma, a aspiração de muitos estudantes em terem uma publicação no seio da comunidade estudantil e, face ao seu sucesso, a equipa empossada deu continuidade ao projecto.

A adequação da oferta formativa ao Tratado de Bolonha, bem como o debate gerado do processo de instalação do mesmo tratado à Universidade da Madeira, foram o tema principal da edição experimental. Nela participaram as principais figuras das facções pró e anti-Bolonha na UMa, os professores Nuno Nunes e Carlos Fino, respectivamente. Com o tempo, outras personalidades escreveram para o JA, entre eles 3 reitores da UMa (incluindo o actual), a escritora Maria Aurora, Paquete de Oliveira (antigo Provedor do Telespectador da RTP), D. António Carrilho e Alberto João Jardim.

A JA manteve uma referência na sua linha de conteúdos de forma a assegurar apresentar ao público assuntos relativos à Universidade, ao Ensino Superior e à actualidade, informando e formando o leitor.

De distribuição gratuita, a totalidade do trabalho de redacção é assegurada voluntariamente por colaboradores da AAUMa e pela livre colaboração de várias entidades externas. Mas tal não ocorre com a edição e com a impressão, cujos custos são assegurados ao trabalho que profissionais e voluntários da AAUMa desenvolvem na procura de financiamento, especialmente pela publicidade que intercala as nossas reportagens. A revista é, por tal, um projecto auto-suficiente e até solo fértil para outras iniciativas da AAUMa.

Integrar a equipa da JA não requer qualquer tipo de conhecimento ou experiência numa publicação, pelo contrário, exige apenas vontade de trabalhar e de aprender. Estudantes de diferentes cursos participam ou participaram na JA, escrevendo sobre os mais diversos assuntos, por si propostos e discutidos nas reuniões de preparação de cada edição.

Dado que os temas dependem dos interesses de um grupo multidisciplinar de estudantes, a Revista consegue abarcar em cada edição um leque de temáticas chamativas à comunidade estudantil. Por outro lado, o apoio que os colaboradores recebem de outros mais experientes, permite a cada um desenvolver as capacidades de comunicação social e mesmo pessoais.
É uma revista de estudantes, feita por estudantes, para ser lida por estudantes. Mas acima de tudo é uma oportunidade rara de desenvolveres certo tipo de competências comunicacionais muitas vezes preteridas em relação às competências científicas.

Se estás interessado, estamos de portas abertas. Basta enviares uma mensagem para ja@aauma.pt ou pedir informações num dos balcões da AAUMa.

Carlos Diogo Pereira
Alumnus

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA