20.º Aniversário da AAUMa

Passeando nos corredores históricos do edifício da Reitoria, o Colégio dos Jesuítas, deparamo-nos com um espaço exíguo onde funciona, hoje, uma copa. Há vinte anos atrás, esse mesmo espaço foi a primeira sede da Associação Académica da Universidade da Madeira, liderada por Jorge Carvalho, onde a lareira era, apenas, a prateleira que suportava o arquivo.

Compreender a Associação Académica da Universidade da Madeira como agente de desenvolvimento cultural, social, científico, desportivo, de tradição académica e de representatividade estudantil em vinte anos de existência constitui tarefa árdua. Diferentes actividades e projectos conjugam longevidade e elevado índice de representatividade na plena concretização dos objectivos da AAUMa. Porém, nem sempre foi assim. A principal estrutura estudantil da região já foi, até há bem pouco tempo, depreciada e mal compreendida.

Tal como a visão sobre o papel e importância do estudante universitário sofreu profundas mudanças, a missão, objectivos e procedimentos da Académica também. A habitual e preconceituosa ideia de que uma Associação estudantil resume–se a uma sala com computadores e mesa de matraquilhos e que a sua principal função é a organização de festas nocturnas está mais do que ultrapassada.

Um pouco por todo o país, diversas são as Associações Académicas que desenvolvem e oferecem grandes projectos e serviços, empregam pessoas nas mais diversas áreas e são pagadoras, a tempo e horas, das suas obrigações fiscais. Na Madeira esta assume especial importância pois além de ser a única na Região depara-se com um fraco espírito académico que, para o bem e para o mal, acaba por ser o leitmotiv de outras e mais importantes tarefas.

Ao longo destes 20 anos ficam para contar diversas actividades, acampamentos, grandes concertos (Gabriel o Pensador, Quim Roscas e o Zeca Estancionâncio e Os Homens da Luta), programas televisivos, edição de uma revista, feiras de saúde, sensibilização e de prevenção, o apoio ao estudante, actividades desportivas regionais, nacionais e europeias, protocolos com diversas entidades capazes de disponibilizar serviços e benefícios aos estudantes de demais comunidade académica, um Centro de Explicações, grupo de fados e muitos mais.

Em ano de comemoração de 20 anos de existência a AAUMa orgulha-se de constituir o símbolo da união dos estudantes da UMa e, estando receptiva a críticas, opiniões e à participação de todo e qualquer membro da Academia assume uma importância estratégica na defesa dos interesses de todos os estudantes, razão capital da sua existência.

Andreia Nascimento
Directora de Comunicação da AAUMa

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA