Regresso ao horário normal da biblioteca para breve

A biblioteca da Universidade da Madeira (UMa) funcionava de segunda a sexta-feira, das 9:00 às 19:00, durante o período letivo, sem pausas para o almoço. Aos sábado, até às 13:00. O subfinanciamento das Universidades portuguesas atinge os serviços básicos, limitando a capacidade de contratação e os recursos humanos disponíveis.

Desde setembro, a biblioteca da UMa tem encerrado durante os dias úteis, às 17:30, ao contrário do normal fecho às 19:00, durante o período letivo. Outra alteração foi a interrupção para o almoço. O motivo, de acordo com a informação remetida pela universidade, é a ausência temporária de dois funcionários da Sala de Leitura.

O Orçamento do Estado para 2022 “não constituí alternativa ou resolução” para o problema de subfinanciamento da UMa.

Em resposta à ET AL., a UMa indica que irá realizar a substituição, ainda sem prever uma data para o regresso à normalidade. A biblioteca prepara, para breve, o regresso para o horário normal.

Questionada sobre o número de utentes afetados pela diminuição do horário de atendimento, a UMa indica que apenas possui os “registos numéricos do movimento dos empréstimos e devoluções”, mas refere que tem conhecimento da “insatisfação dos utilizadores”.

As Instituições de Ensino Superior têm enfrentado sucessivos constrangimentos orçamentais. Em maio, o Administrador da UMa referia que “o Orçamento de Estado não paga a totalidade dos recursos humanos na Universidade da Madeira, assumindo apenas 79% desse encargo”. Para 2022, como referiu o dirigente, o proposto aumento de mais 1,88% “não constituí alternativa ou resolução a esta matéria do subfinanciamento”.

Carlos Diogo Pereira
ET AL.
Com fotografia de Pedro Pessoa.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA