Docente da Universidade de Aveiro diz que comunidade LGBTI+ é “lixo humano”

Um grupo de estudantes da Universidade de Aveiro (UA) está a preparar uma ação para protestar contra o comportamento de um professor daquela instituição que dizem ter um discurso de “ódio” e “discriminação”. A Associação Académica da Universidade de Aveiro emitiu um comunicado, a 29 de junho, afirmando um “total repúdio” pela “ameaça a integridade e bem-estar”.

Perante afirmações de um docente da UA que caracterizou a comunidade LGBTI+ de “lixo humano”, que conduz à “decadência civilizacional”, a reitoria emitiu um comunicado que transcrevemos abaixo.

A UA defende a liberdade de expressão e de opinião, consagrada na Constituição da República Portuguesa, reconhecendo a separação das esferas pessoal e profissional. Ciente, porém, da importância que um ambiente de respeito e confiança tem para o bom funcionamento da Instituição, a Universidade saberá avaliar quaisquer condutas que possam interferir com esses últimos valores e propósitos e que se repercutam negativamente na imagem da instituição — e atuará em conformidade, com rapidez e firmeza.

A Universidade de Aveiro é hoje reconhecidamente um espaço onde se cruzam diferentes mundividências e onde se promove ativamente a cooperação, a diversidade e a tolerância e onde convivem mais de 90 diferentes nacionalidades. Não são por isso de tolerar discursos de ódio, de discriminação ou de incitação à violência, qualquer que seja a sua natureza, origem ou contexto. Somos quase 20 milhares de pessoas, incluindo 3 milhares de bolseiros, professores, investigadores e pessoal técnico, administrativo e de gestão, empenhados em construir um futuro melhor — no absoluto respeito pelos valores da dignidade e igualdade da pessoa humana, como aliás se encontra estatutariamente estabelecido.

Todos os membros da comunidade académica que em qualquer contexto temam pelo incumprimento dos referidos princípios podem e devem comunicar fundamentadamente a apreensão, utilizando para tal os canais formais existentes (e-mail do Reitor; Canal Pergunta ao Reitor; Provedor do Estudante). Todas as comunicações merecerão a devida consideração e reserva e, sendo o caso, atuação adequada.

Universidade de Aveiro
com ET AL. e Lusa
e fotografia de Matia Rengel.

OS NOSSOS PARCEIROS
A NOSSA EQUIPA